sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Metro de superfície passa a funcionar até Cacilhas

Já está em utilização um novo troço do Metro Sul Tejo (MST), que liga as linhas já existentes à zona de Cacilhas.

Inaugurado na passada Quarta-feira, pelo Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, e pela Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, este último troço completa toda a travessia Corroios – Cacilhas, prevista na primeira fase do projecto, num investimento a rondar os 58 milhões de euros. Segundo Mário Lino, este tipo de obras são para continuar, uma vez que surgem como estímulo para “animar a economia e atrair novos investimentos”, quer locais quer nacionais. Investimentos que, segundo o ministro, serão para “manter”, face às políticas de investimento público previstas nos planos do Executivo. O novo troço que liga Cova da Piedade/Cacilhas, acrescenta 3,8 quilómetros à rede, com as novas estações Bento Gonçalves, Almada, São João Baptista, Gil Vicente, 25 de Abril e Cacilhas. Ao todo são mais seis as estações que estão agora ao uso dos utentes, contemplando uma extensão total de 13,6 quilómetros, dividida em três linhas. Passados 19 meses sobre a inauguração da primeira linha do MST, em Abril de 2007, passam a funcionar as três linhas previstas no projecto: a Linha 1, que circulará entre Corroios e Cacilhas, a Linha 2, entre Corroios e o Pragal, e a Linha 3, que fará a ligação entre Cacilhas e a Universidade. O traçado das três linhas permitirá a integração na rede de transportes existentes, permitindo as ligações com os transportes públicos rodoviários (TST), transporte público fluvial (Transtejo) e comboios (Fertagus).

Bruno Rodrigues Martins, in Jornal Comércio do Seixal

2 comentários:

Filó e Ana disse...

Boa tarde! E nós vamos lá estar para ver, grande desenvolvimento!!

Debaixo do Bulcão disse...

Olá Bruno! Obrigado por este artigo. Aproveito para divulgar o seguinte:

no meu blogue pessoal

http://vitorinices.blogspot.com

encontram um artigo sobre as origens do projecto do metro de superfície da Margem Sul (desde 1995, ano em que foram assinados os primeiros protocolos).

Link directo para esse artigo:

http://vitorinices.blogspot.com/2008/11/o-metro-sul-do-tejo-contribuies-para.html

(E espero em breve ter a oportunidade de escrever mais alguma coisa sobre o assunto)

António Vitorino